in ,

Bahia é estado com maior risco de retorno da poliomielite, aponta o Ministério da Saúde

A Bahia é o estado brasileiro com maior risco de retorno da poliomelite (paralisia infantil), de acordo com o Ministério da Saúde. Segundo a pasta, no ano passado, 63 cidades baianas não chegaram a vacinar metade das crianças que compõem o público-alvo. O último caso da doença no estado foi registrado no final da década de 80, no entanto o vírus ainda circula no mundo, por isso existe o risco de contaminação.

Ribeira do Pombal, a cerca de 300 km de Salvador, foi o município que registrou o menor índice de imunização do país em 2017 em crianças menores de 1 anos. Apenas 0,50% foram vacinadas.

Em todo o Brasil, conforme o Ministério da Saúde, 312 municípios estão com baixa cobertura para a vacina contra a poliomelite. A vacina está disponível o ano inteiro, em todos os postos de saúde do Brasil. Uma campanha nacional acontecerá em agosto (entre os dias 6 e 31), mas ela só tem o objetivo de aumentar a divulgação. Todas as crianças com menos de cinco anos devem ser vacinadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proibir propagandas eleitorais pagas na internet é um equívoco, dizem advogados

Trump cogitou a possibilidade de invadir a Venezuela, diz CNN