in

Prometida para começar em março, obra de recuperação da BA-148 continua no papel; moradores voltam a reclamar da via

E as obras da BA-148, que interliga Rio de Contas a Seabra, passando por Abaíra, mais uma vez não saíram do papel. Com isso, as queixas de quem mora na região da Chapada Diamantina e precisa usar a via aumentaram. Neste final de semana, vídeos e fotos foram enviados novamente ao Jornal da Chapada, mostrando a situação de caos que se encontra a pista.

Segundo relatos, entre Rio de Contas e Seabra, a estrada precisa de muita intervenção de infraestrutura para que fique transitável e ajude no desenvolvimento econômico local, no escoamento de produção, segurança no transporte de passageiros e conforto para os moradores da região turística. Buracos têm causado acidentes e prejuízos para os motoristas.

Nas queixas enviadas ao site, alguns moradores apontam para a falta de prestígio político de prefeitos e vereadores dos municípios da região chapadeira por onde a via passa. Protestos de empresários e de motoristas cobraram as obras, mas não foi o suficiente para que o empreendimento saísse do papel, conforme relatam os moradores.

“Até a ordem de serviço já foi publicada, mas as obras nunca começaram. Estão dizendo que é por causa da pandemia, mas por isso também que as obras deveriam sair. Caso algum morador dessas cidades precisem de deslocamento urgente, a única via de acesso está intransitável e esse problema não é de hoje, já se arrasta por anos. Não temos nem hospitais, respiradores pra enfrentar essa crise e nem temos estrada”, relata um grupo de moradores da região.

Os moradores acusam o governo estadual pela morosidade das obras na estrada. Culpam a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), o governador Rui Costa (PT) e o senador Otto Alencar (PSD-BA), que teria “influência sobre a pasta”, pela não realização da obra. Também criticam a falta de ação de deputados estaduais e federais que foram votados na região e não cobram as obras.

“Na verdade, tem que cobrar também dos políticos que foram votados na Chapada Diamantina e que fazem parte da base de sustentação do governo Rui Costa. Todos eles são culpados e omissos. Até os administradores dos municípios da região parecem que eles não se importam com isso. Não cobram mais, não ajudam nem a tapar buracos”, diz o grupo de moradores, que denuncia, constantemente, o estado da via ao jornal.

Alvo de inúmeros protestos, a BA-148, que passa por Abaíra, Piatã, Boninal, Jussiape, até o entroncamento da BR-242, em Seabra, teve sua ordem de serviço de recuperação assinada no mês de março de 2020, conforme informações da pasta estadual de Infraestrutura administrada pelo secretário Marcus Cavalcanti na época de protestos . O processo licitatório para a recuperação da estrada foi concluído no final de dezembro de 2019, mas as obras ainda não foram iniciadas.

Jornal da Chapada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lençóis nega os dois casos positivos registrados no boletim da Sesab; município segue livre do coronavírus

Primeira-dama testa positivo para covid e prefeito repetirá testagem; município registra aumento exponencial de casos