in

Candeias: Câmara acata segunda denúncia contra prefeito

A Câmara de Vereadores de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), acatou segunda denúncia contra o prefeito Pitágoras Alves Ibiapina (PP). Por 9 votos a 8, a Câmara decidiu nesta terça-feira (28) levar adiante a investigação que apura a contratação de falsos médicos para atuação na Unidade de Saúde da Família Luiz Viana Filho, em janeiro de 2017, primeiro mês de governo do prefeito.

Segundo a denúncia apresentava pela moradora Ellen Celestino, um falso medico, identificado como Filipe Borges CRM 23.565, teria atendido e realizado diversas prescrições de medicamentos, exames e procedimentos para centenas de moradores de Candeias, o que incluiu até atestados de óbito. Em inquérito, o homem teria dito que era estudante de medicina e  não médico, o que configura rime de exercício ilegal da profissão

A mesma denúncia também afirma que uma pessoa teria se apresentado como uma me?dica [Adriana Maltez, CRM 28.915] que após ser denunciada, teria abandonado o planta?o. Sobre o caso, a denunciante diz que a verdadeira médica Adriana Maltez teria prestado queixa na delegacia e no Conselho Regional de Medicina, afirmando que nunca havia trabalhado em Candeias.

Esta é a segunda denúncia acatada pelos vereadores de Candeias em menos de 30 dias. A primeira ocorreu no dia 9 de julho, quando os edis acataram o pedido protocolado pelo morador Marcelo Vilas boas, que acusa o prefeito de superfaturamento na compra de respiradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Santaluz: Justiça bloqueia R$ 50 mil de ex-prefeito por irregularidades em licitação

Bolsonaro veta projeto que previa pagamento de duas cotas por vez do auxílio emergencial