in

Ameaça à linha de frente: casos de covid-19 entre profissionais de saúde crescem 2.512% na Bahia

Em menos de quatro dias, a guerra contra o coronavírus levou embora duas combatentes. Auxiliar e técnica de enfermagem de unidades de saúde de Salvador, Sônia Maria Barreto e Jaqueline dos Santos, 38, são a face mais triste de uma estatística que, em um mês e dez dias, se tornou uma ameaça para os que estão na linha de frente contra o coronavírus na Bahia. De 10 de abril a 19 de maio, o número de profissionais de saúde que testaram positivo para covid-19 em todo o estado saltou de 66 para 1.724, um aumento de 2.512%.

O levantamento foi feito pelo CORREIO e pelo Comitê Contra a Covid-19, formado por 12 entidades, a maioria conselhos de classe e sindicatos da área de saúde. Os números são baseados em boletins da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Divulgados a partir do dia 27 de março, os boletins diários da Sesab não mencionavam os casos de profissionais de saúde. Só no dia 10 de abril, a secretaria divulgou 66 casos de trabalhadores da saúde infectados.

Desde então, o dado foi divulgado outras quatro vezes: 4, 12, 17 e 19 de maio. O curioso é que ele não batia com o do Ministério da Saúde, que no dia 13 de maio já indicava a existência de 1.174 casos de coronavírus entre os profissionais de saúde na Bahia. Tanto que, segundo a Sesab, os números tiveram um maior crescimento nos últimos dois boletins porque o levantamento foi unificado com o do Ministério da Saúde. Em nota, o órgão estadual informou que “os dados representam as notificações oficiais compiladas nos três sistemas oficiais do Ministério da Saúde (e-SUS VE, GAL e SIVEPGRIPE). Reiteramos o compromisso em apresentar dados fidedignos ao eliminar as duplicidades das bases nacionais e outros tipos de inconsistências. Vale ressaltar que os casos e óbitos registrados são atualizados por data de notificação”, reiterou a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lapa e mais 5 cidades ficam sem transporte intermunicipal em ação contra covid-19

Sexta-feira é o último dia para se inscrever no Enem