in

Propriedade de Isidório, Fundação Dr. Jesus é acusada de maus tratos contra internos; deputado ironiza denúncia

Propriedade do deputado federal Pastor Sargento Isidório (Avante), a Fundação Dr. Jesus foi alvo de denúncia de maus tratos como castigos físicos, racionamento de comida, segregação e repressão sexual, além de doutrinação religiosa interferindo nos cuidados médicos.

A acusação foi veiculada ontem à noite (19) pelo Fantástico, programa da TV Globo. Nas imagens exibidas pela emissora, Isidório aparece dando declarações associando pessoas transgênero a práticas diabólicas.

“Você deixou o diabo lhe enganar. Você deixou o médico cortar seu pé de sofá. Ela só pensa que tem bilau. O diabo diz ao homem que ele pode ser mulher, aí ele se veste todo, bota silicone”, afirma o parlamentar, em vídeo.

Em um outro trecho, Isidório surge zombando da medicina, com um facão na mão, afirmando que a arma branca é o “psiquiatra”.

Logo depois da veiculação da matéria, Isidório ironiza a reportagem: “O torturador ama os torturados”, enquanto é conclamado pelos internos da fundação

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CCJ da Câmara aprova piso salarial para enfermagem

MP Eleitoral representa contra União Brasil, PL, Avante e PT por propagandas partidárias irregulares