Brasília- DF 05-08-2015 Foto Lula Marques/Agência PT Presidente da câmara dos deputados, Eduardo Cunha duante entrevista no salão verde da câmara.
in

Eduardo Cunha abre mão de conta milionária bloqueada na Suíça

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB-RJ) abriu mão de valores milionários que estavam bloqueados na Suíça e os repatriou ao Brasil para pagar obrigações processuais impostas na Lava Jato.

De acordo com reportagem do jornal Folha de S.Paulo, um ofício da Caixa Econômica Federal do último dia 4 informou o recebimento em uma conta judicial vinculada a um caso do político de uma quantia, em dólares, euros e francos suíços, equivalente a R$ 12,4 milhões.

Segundo a defesa afirmou à Justiça Federal, os valores se referem a uma conta no exterior que tinha sido alvo do primeiro processo no Paraná no qual ele foi condenado, que incluía o crime de evasão de divisas.

O emedebista pretende usar parte dos valores que estavam na Europa para quitar a reparação de danos (um tipo de indenização aos cofres públicos pelo crime cometido).

O ex-deputado, artífice do afastamento da então presidente Dilma Rousseff em 2016, obteve na semana passada o direito de responder em liberdade a acusações que tramitam no Paraná, no DF e no Rio Grande do Norte. Em 2020, ele já havia conseguido ir para a prisão domiciliar após argumentar que corria risco na cadeia diante da disseminação do novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Santa Inês: Após estragos das chuvas, estado reconhece situação de emergência

Apesar de melhora discreta, taxa de óbitos na Bahia continuará elevada, diz Vilas-Boas